Anna Pinheiro Anna Pinheiro

A Link-Belt foi o primeiro contato de Anna Pinheiro no setor de equipamentos pesados. Atuando como estagiária de Marketing da empresa, ela conta que o maior desafio de estar neste mercado é lidar com o preconceito. “Esse não é um universo feminino, o que leva algumas pessoas a crerem que não temos conhecimento das máquinas e do setor. Vejo que a melhor maneira de lidar com isso é buscar aprender cada vez mais sobre nossos equipamentos, concorrentes e mercado em que estamos inseridos”, diz. Apesar disto, a estagiária ressalta que a participação feminina no mundo das máquinas é crescente. Ainda que não seja tão rotineiro ter mulheres no campo, como operadoras das escavadeiras, por exemplo, no setor administrativo as mulheres já representam uma parcela expressiva. “Na Link-Belt nós representamos mais de 30% dos colaboradores, sendo que existem setores compostos apenas por mulheres”, finaliza.